Gestora

Patricia Souza

SOBRE PATRÍCIA DE SOUZA

Patrícia de Souza da Silva é economista e especialista em contabilidade e controladoria aplicada ao setor público, graduada e pós-graduada pela Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina – FACAPE. Atuou como assessora econômica e financeira na Agência Municipal do Empreendedor – AGE, autarquia integrante da administração indireta do Município de Petrolina/PE, de 2017 até março de 2021. Desempenha as atividades de assessoramento às empresas privadas na captação de recursos financeiros através do Banco do Nordeste e Caixa Econômica Federal, além de atuar nas áreas de planejamento estratégico, administrativo de gestão e orçamento, coordenação e monitoramento de equipes nas áreas públicas e privadas. É palestrante e empresária.

ATRIBUIÇÕES
  • I – Aumentar as oportunidades de emprego através da criação, ampliação, modernização, transferência ou reativação de pequenos negócios, formais e informais, através de empréstimos de recursos financeiros aos empreendedores;
  • II – Elevar a qualidade de vida da população pela criação de fontes de renda segura e consistente, que proporcione sustentação às famílias de empreendedores, em particular as de baixa renda;
  • III – Promover a capacitação e qualificação gerencial de empreendedores e gestores de pequenos negócios, visando aprimorar suas aptidões e assegurar acesso à inovação tecnológica que lhes garantam maior eficiência produtiva e competitividade no mercado;
  • IV – Promover sistemas associativos de produção mediante a criação e a manutenção de centrais de compras, de produção e vendas, sob a gestão de empreendedores, formais e informais, de pequenos negócios;
  • V – Oferecer infra-estrutura para facilitar escoamento da produção e possibilitar o acesso dos pequenos empreendedores ao sistema de comercialização;
  • VI – Viabilizar a participação de pequenos negócios, formais e informais, em feiras e exposições onde quer que sua presença possa contribuir para o desenvolvimento de suas atividades, e;
  • VII – Apoiar e estimular a criação de organizações e mecanismos de micro-crédito.